Google+ Followers

Google+ Followers

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Maranhão - Adesão do Império Brasileiro

28 de Julho - FERIADO NO ESTADO DO MARANHÃO 



As tropas de Portugal depois de cercadas por terra e mar, acabaram por se render, e o Maranhão, a partir de 28 de julho de 1823, deixou de ser estado colonial de Portugal, tornando-se província do Império do Brasil. 



O Maranhão é uma das 27 unidades federativas do Brasil. Está localizado no oeste da Região Nordeste do Brasil e tem, como limites, ao norte o Oceano Atlântico, a leste o estado brasileiro do Piauí, a sul e sudeste o estado brasileiro de Tocantins e o estado brasileiro do Pará a oeste. Ocupa uma área de 331 935,507 km², sendo o segundo maior estado da Região Nordeste do Brasil e o oitavo maior estado do Brasil. Em termos de produto interno bruto, é o quarto estado mais rico da Região Nordeste do Brasil e o 16º estado mais rico do Brasil, ainda assim, segundo dados recentes do IBGE, de acordo com o censo 2010, foi constatado que o Maranhão é atualmente o estado mais pobre do país, com 25,7% dos seus 6,5 milhões de habitantes abaixo da linha miséria.
No século XVI, o atual território maranhense era ocupado por índios tupinambás no seu litoral oeste, por índios tremembés no seu litoral leste e por índios timbiras no seu interior. O navegador espanhol Vicente Yáñez Pinzón foi, provavelmente, o primeiro europeu a cruzar o litoral maranhense, em 1500. Em 1535, os portugueses tentaram colonizar a região com o envio de uma frota de dez navios com novecentos homens e cem cavalos, porém a ocupação não foi bem sucedida, por conta de naufrágios e de combates contra os índios locais[6].
Os europeus só conseguiram efetivamente ocupar a região em 1612, com o projeto da França Equinocial. Os franceses fundaram a cidade de São Luís, onde permaneceram por três anos, até serem expulsos pelos portugueses.
Localizado entre as regiões Norte e Nordeste do Brasil, o Maranhão possui uma grande diversidade de ecossistemas. São 640 quilômetros de extensão de praias tropicais, floresta amazônica, cerrados, mangues, delta em mar aberto e o único deserto do mundo com milhares de lagoas de águas cristalinas. Essa diversidade está organizada em cinco polos turísticos, cada um com seus atrativos naturais, culturais e arquitetônicos. São eles: o polo turístico de São Luís, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, o Parque Nacional da Chapada das Mesas, o Delta do Parnaíba e o polo da Floresta dos Guarás.
Sua capital é São Luís. Outros importantes municípios são Imperatriz, Caxias, Timon, Codó, Bacabal, Balsas, Chapadinha, Santa Inês, Barra do Corda, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Açailândia que possui o segundo maior produto interno bruto do estado e o maior rebanho bovino.

Imagens da Net:

Mata dos cocais no Maranhão
Cachoeira São Romão, na Chapada das Mesas
Cartão-postal da Praça João Lisboa editado por volta de 1910
São Luís, centro financeiro do estado
Montagem - São Luís
Aeroporto Internacional de São Luís
Avenida Dorgival Pinheiro de Sousa, em Imperatriz

Nenhum comentário:

Postar um comentário